< < < PRÓXIMOS FILMES > > >

CINE CAFÉ | Janeiro/2015

Paixões improváveis, relacionamentos turbulentos, amores e desejos temperados com muito humor e pitadas de drama. O Cine Café exibe em janeiro de 2015 três filmes pra rir e refletir sobre relacionamentos amorosos.



13/01/15
ROMÂNTICOS ANÔNIMOS
(Dir: Jean-Pierre Améris, Fra/Bel, 2010, 80 min.)
Quem já não ficou em pânico diante de alguém por quem se sente atraído? Mãos suadas, palpitações e gagueira são sintomas típicos dos apaixonados mais tímidos. Agora, eleve tudo isso ao cubo e terá uma ideia aproximada dos problemas de Angélique e Jean-René. Ele, dono de uma fabrica de chocolates à beira da falência. Ela, uma chocolateira excelente, mas que por sua dificuldade de se relacionar com seus pares não consegue ter uma carreira de sucesso. Diferente da maioria das comédias românticas produzidas em massa pelo cinema industrial, todas sempre muito parecidas, esta produção prova ser possível fazer um cinema interessante dentro da proposta de humor romântico. Além de tudo, o filme é capaz de fazer o expectador salivar em cenas deliciosas envolvendo chocolate. Um filme para assistir e degustar, com ótimo roteiro e personagens humanos muito bem construídos.  






20/01/15
O CIÚME MORA AO LADO
(Dir: Mika Kaurismaki, FIN, 2009, 102 min.)
É verão na Finlândia e os casais se divertem em jantares ao ar livre ou em banhos de lago noturnos. Mas a consultora de negócios Tuula e o terapeuta familiar Juhani estão em pé de guerra. Por mais que tenham concordado em se divorciar de forma civilizada, resolvem morar juntos antes de venderem a casa e aí a confusão começa. Regras são estabelecidas, mas não demoram a seram transgredidas. Baseado no romance de Petri Karra, O Ciúme Mora ao Lado é uma deliciosa comédia dramática e foi indicado a três prêmios no Jussi Awards 2010 (principal prêmio do cinema finlandês), nas categorias Melhor Ator, Atriz e Montagem e foi exibido no Festival do Rio 2010.






27/01/15
O MARIDO DA CABELEIREIRA
 (Dir: Patrice Leconte, FRA, 1990, 80 min.)
Antoine é um homem de meia-idade e de alma de criança cuja obsessão desde a infância por cabeleireiras o levou a casar com uma. Felicíssimo com sua vida amorosa e sexual, Antoine não passa do marido da cabeleireira e não tem qualquer pretensão de ser outra coisa, já que seu sonho de infância foi realizado. Leconte conta uma história fantástica e sedutora, como a sensualidade e sem apelar para o melodrama ou para o humor óbvio. O filme transmite a sua mensagem com charme e perfeccionismo. Desde as tonalidades da fotografia, passando pela trilha sonora empolgante, até o interessante trabalho de montagem e a composição das personagens, o diretor em nada peca, apenas galga em cada cena um surpreendente resultado até o momento do final imprevisível.
Curta de abertura: Linha Tênue
Uma entrevista com a bailarina Eliana Moeckel revela seus questionamentos sobre o ofício. Uma expressão subjetiva também passa por uma aceitação social. "Onde será que está a linha que separa a bailarina completa de qualquer coisa menos que isso?". Um curta sorocabano dirigido por Thiago Consiglio.

No Cine Café você assiste filmes de um jeito diferente!

Mais do que exibir filmes raros, alternativos e de indiscutível valor para a história do cinema, o Cine Café é o espaço sorocabano para o encontro de cinéfilos, estudantes e apreciadores da sétima arte.